Início Família O Sistema familiar

O Sistema familiar

181
0

As famílias da nossa sociedade podem ser classificadas como um grupo de indivíduos que conservam laços de parentesco, tendo como principal objetivo a criação dos filhos. Na visão sistémica, as famílias representam sistemas abertos em interação com o contexto da sociedade, tendo a liberdade de estabelecer trocas com o exterior, sendo assim influenciada pelo meio e é capaz de influenciá-lo.
Verifica-se, com isto, que as famílias adotam cargos de proteção dos seus elementos, bem como transmitir à sua descendência padrões culturais da sociedade da qual se inserem.
A família deve ser vista por dois lados, uma unidade fechada, em que se encontram os valores e harmonia familiar como prioridade, mas também como interação com sistemas externos à família, tais como, família alargada, amigos, grupo de pares, dando ênfase às necessidades do contexto em que se inserem.
O sistema familiar pode regular a sua abertura com o exterior, podendo fechá-lo ou abrindo-o, conforme as suas necessidades e características.
A família é vista como um sistema que funciona dentro dos padrões de uma organização hierárquica, estando este sistema a funcionar através de subsistemas. Estes apenas funcionam através de regras que estipulam quais as tarefas que cada elemento tem de executar. Se estas regras forem ultrapassadas, o sistema familiar deixa de funcionar como organização podendo, desta forma, iniciar-se uma rotura.
A relação familiar tem o seu epicentro na relação conjugal, ou seja, o casal constrói a sua relação deixando para trás todos os outros relacionamentos anteriores, nomeadamente os pais. Para este, é no casamento que os indivíduos podem experimentar as suas novas identidades. O sistema familiar inicia-se pela necessidade de ultrapassar as fronteiras de relacionamentos anteriores e construir uma única relação – o casamento. Com o surgimento dos filhos, o sistema (casal) adquire uma nova tarefa, sendo esta a função parental, caracterizando-se assim a família como uma instituição para educar crianças.
Entre pais e filhos é crucial a existência de fronteiras bem definidas e com regras, sendo que estas vão determinar o nível em que cada elemento se encontra dentro do sistema familiar.
Não obstante, o sistema familiar corre um grande risco devido ao excesso de trabalho, o que pode ser prejudicial, nomeadamente na relação entre pais e filhos. Nesta situação a falta de diálogo e de tempo pode, em muitos casos, ser a principal causa da rotura entre estes indivíduos, podendo até toda a relação quebrar-se.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário
Por favor, coloque o seu nome aqui